Seminário serviu para discussão e aprimoramento das atividades desenvolvidas pelo projeto.
Aconteceu no final do mês de outubro o I Seminário Territorial de Avaliação ATER do Projeto Panacum, desenvolvido pela Humana Brasil em parceria com a Companhia de Ação e Desenvolvimento Regional (CAR) e Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). No seminário que aconteceu no Centro de Treinamento da SDR em Salvador-BA, foram colocadas em discussão importantes pautas para o desenvolvimento do projeto, como a potencialização da produção agroecológica através das experiências de feiras específicas e apresentação e avaliação dos trabalhos realizados pela equipe.
O evento contou com representantes das 12 associações que integram o projeto, além de técnicos e coordenadores do projeto. Na mesa de abertura, estavam Paul van Dun, diretor executivo da Humana Brasil, Fernando Cabral, coordenador do Bahia Produtiva – CAR, Gustavo Machado, fiscal do Bahia Produtiva e Wecslei De Angeli, coordenador de ATER.
Fernando Cabral, apontou a importância da formação de base para a comercialização e empreendedorismo, enfatizando a qualidade da organização da Humana Brasil na prestação do serviço. O coordenador também destacou que a CAR está buscando especialistas em todas as cadeias produtivas que integram a linha de trabalho do Panacum, para complementar o projeto e fortalecer as parcerias.

Os agentes comunitários rurais e de apicultura, Rivelino do Nascimento e Emerson Gomes, respectivamente, que trabalham juntamente com as associações, também estiveram presentes e apontaram as dificuldades e oportunidades do dia a dia do projeto e da importância da organização coletiva.
O Projeto Panacum tem incentivado a união da comunidade, tornando a apicultura mais forte em Camaçari-BA, como ressalta Edio Gomes da Silva, apicultor participante do projeto. “Com a vinda da Humana, eles fizeram um encontro comunitário e avaliamos os pontos fracos e positivos da organização, nos fazendo pensar sobre a organização e tornando mais viável a apicultura em Camaçari.” diz. Ele ainda enfatizou a relevância das matas para o desenvolvimento das abelhas em torno do município e a necessidade da preservação das abelhas nativas da região.

 

UMA BREVE ANÁLISE DO PROJETO

Josemar Purificação, coordenador pedagógico do Projeto Panacum, responde.


O que o Projeto Panacum tem trabalhado até agora junto com as associações e participantes?

Através de visitas técnicas, encontros comunitários e reuniões, vem orientando as famílias para qualificação da produção agrícola e avícola, na perspectiva agroecológica e orgânica; assessoramento administrativo das associações; incentivo trabalho coletivo e o fortalecimento das organizações sociais; planejamento estratégico das ações; articulação para a participação nas feiras institucionais e inserção em novos mercados; reconhecer a prática da pesca e mariscagem, beneficiamento e comercialização dos seus produtos; acompanhamento dos apicultores e assessoramento na formação de novos; Elaboração de projeto para potencializar a venda da produção agroecológica; assessoramento aos trabalhos dos ACR’s; suporte aos dirigentes na organização de documentos e providência para realização de contrato e convênio junto a CAR; integração das equipes da Humana Brasil, atuantes no Território Recôncavo e Metropolitano; e articulação de parcerias que contribua com o desenvolvimento das comunidades.

 

De que forma o projeto vem melhorando a situação das associações?

  • Associações participando de novas feiras;
  • Emissão e validação de DAP’s das Famílias assistidas;
  • Realização dos processos de convênios com maior agilidade;
  • Qualificação do assessoramento dos ACR’s e ACA;
  • Realização de análise de solo e prática de compostagem, visando a qualificação da produção.

 

Quais as expectativas do projeto daqui para frente?

Contribuir efetivamente com o sucesso dos empreendimentos financiados e apoiados pelo Projeto Bahia Produtiva; com incremento técnico nas diversas cadeias produtivas em que estão inseridas as famílias participantes; colaborar com a estruturação e o fortalecimento das entidades (associações e cooperativas); produtoras e produtores organizados em redes; aumento e qualificação das produções, beneficiamento e comercialização.

 

panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-
panacum-